Regimento interno gera discussões na Câmara