Editorial: A força das re(ações)