Artigo – Carta a Ronaldo Simões Coelho: menino de 80 anos