Criação de cargo gera polêmica na Câmara