SÃO JOÃO DEL-REI, Sexta-feira, 18 de Abril de 2014  •  Ano XIV  •  O Jornal do Campo das Vertentes

Pré-carnaval de Prados começa com Boi Mofado

O Carnaval é considerado por muitos a festividade mais animada do ano. Para preceder esses dias, o município de Prados leva para as ruas o tradicional Boi Mofado. O folguedo pré-carnavalesco acontece há mais de 150 anos e tem como objetivo levar alegria aos moradores da cidade. Ainda não foi estipulada uma data de quando o boi aparecerá em Prados. A única certeza é de que na próxima semana ele já estará alegrando a população.

O nome Boi Mofado foi devido ao longo tempo sem utilizar a fantasia que acabava mofando - Foto: Site Pradosmg / Divulgação

O nome Boi Mofado foi devido ao longo tempo sem utilizar a fantasia que acabava mofando – Foto: Site Pradosmg / Divulgação

A secretária de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer de Prados, Keila Franco, afirmou que essa indefinição se dá devido ao mau tempo. “O Boi Mofado está programado para percorrer a cidade de duas a três vezes por semana até o começo do Carnaval, geralmente nas quartas e sextas. A data não pode ser confirmada devido ao clima, porque a chuva, muito presente nesta época do ano, impede a confraternização do boi com as pessoas”, explicou.

O Boi Mofado é feito com uma armação de ferro e bambu e tem seu tecido todo caracterizado para atrair o público. Uma mulinha também costuma estar presente na caminhada, tendo como função proteger o protagonista da festa. Outro personagem da festividade é o toureiro, que tem o papel de provocar o boi munido de um pano vermelho.

Neste ano, a manifestação percorrerá diversas ruas da cidade. “O boi iniciará seu percurso na Rua de Baixo e alegrará as pessoas ao longo da caminhada, tendo como destino final as ruas do centro”, disse Keila. Os foliões podem acompanhar lado a lado a manifestação, que se transforma definitivamente em uma festa devido à presença de sanfoneiros e batuqueiros.

Origem do nome
O nome Boi Mofado foi atribuído ao fato de a festividade acontecer uma vez por ano. Devido ao longo tempo sem utilizar a fantasia, ela acabava mofando.

História
A festividade surgiu a partir de brincadeiras na zona rural da cidade. Segundo relatos, as pessoas faziam os bois utilizando madeira e couro. Com o animal confeccionado, seus criadores saíam para as ruas da cidade correndo atrás da criançada e divertindo-a.



Deixe um comentário


Matérias relacionadas