SÃO JOÃO DEL-REI, Sábado, 1 de Novembro de 2014  •  Ano XIV  •  O Jornal do Campo das Vertentes

Quais as diferenças de sistemas operacionais para tablets e smartphones

Desde a década de 1960, quando Estados Unidos e União Soviética dividiam e controlavam o mundo em dois eixos, já se falava em uma forma de comunicação que integrasse pessoas, e compartilhasse informação de forma segura, sem risco de perdas. Foi a partir dos conflitos velados entre as duas potências, e o medo dos governantes americanos sobre um possível ataque e perda de informações, que nasceu o que hoje, é o maior meio de comunicação do mundo, a Internet.

Sistemas Operacionais para tablets e smartphones

Hoje, a Internet é muito mais do que era na época, e tudo isso se deve ao avanço das empresas de tecnologia, que usam seus recursos para criar aparelhos inteligentes, fazendo com que as pessoas façam da internet e desses pequenos bens de consumo, o mecanismo que rege suas vidas. Depois dos computadores, a onda do momento são os Smartphones e Tablets, que funcionam com sistemas operacionais que permitem aos usuários executarem mil e uma funções ao mesmo tempo e de qualquer lugar. Mas afinal, o que são esses aparelhos? Quais benefícios eles trazem para as pessoas? E esses sistemas operacionais, Android, IOS, Windows Phone, o que eles são exatamente? Quais as vantagens e desvantagens de um e de outro?

Tablets e Smartphones
O que a maioria das pessoas sabe sobre os dois tipos de aparelhos mais consumidos atualmente é que eles praticamente colocam o mundo nas suas mãos e que isso aumenta, e muito, o preço dessas pequenas maravilhas.

Os smartphones são, em tradução, “telefones inteligentes”. Eles são telefones celulares, que além de realizar as funções básicas de outros aparelhos, como ligações e recebimento de mensagens, integram funções mais dinâmicas, realizadas antes, apenas por computadores. Já os Tablets, apresentados ao mundo no início de 2010, ganharam o coração e as mãos de muitas pessoas pelo mundo, e hoje, são o xodó da tecnologia. Há quem pense que os Tablets são usados apenas para jogos e entretenimento, mas não é bem assim. Esses aparelhos são nada mais, nada menos, que computadores em forma de prancheta, e sensíveis ao toque, ou seja, touchscream, que realizam quase todas as funções de um computador convencional, e ainda oferece outros recursos, com mais comodidade e conforto para os usuários.

Sistemas operacionais
“Seu mundo, na palma da mão”, essa é a frase com a qual muitas pessoas e empresas definiriam esse tipo de aparelho, mas as comodidades e avanços tecnológicos que os Smartphones e Tablets oferecem só são possíveis, graças aos sistemas operacionais desenvolvidos especialmente para essas plataformas. O chefe do Departamento de Ciências da Computação da Universidade Federal de São João del-Rei, Leonardo Chaves Dutra da Rocha, explicou a importância desses sistemas. “Claro que a qualidade de um smartphone ou tablet não pode ser definida apenas pelo seu sistema operacional, o hardware – (central de processamento, memória e dispositivos) – de seu aparelho também é muito importante. Entretanto, um bom sistema operacional é fundamental para o bom funcionamento de seu aparelho, afinal é ele o responsável em realizar o gerenciamento do hardware”, disse.

As disputas entre esses sistemas estão cada vez mais acaloradas. Por todo lado, tentam definir o melhor ou pior, e os consumidores, muitas vezes, ficam mais confusos, sem entender bem do que se tratam os poderosos sistemas.

O IOS, sistema operacional exclusivo da empresa Apple, o Android, da gigante Google, e recentemente o Windows Phone, da Microsoft lideram as vendas e preferências. Todos eles, seja em quesitos diferenciados ou iguais, apresentam muitas vantagens e alguns defeitos, claro. O IOS, presente em iPhones, iPads, e iPod Touch, é um sistema exclusivo da empresa da maçã, ou seja, só os aparelhos produzidos pela Apple funcionam com esse sistema, enquanto Android e Windows Phone são denominados “open source”, ou, plataformas abertas. Ainda não entendeu? Pois bem, ser “open source” significa que qualquer empresa fabricante de celulares ou Tablets terá acesso ao sistema, podendo criar aparelhos que funcionem à base de Android ou Windows Phone. Para muitos, essa é uma vantagem, mas para outros a maior desvantagem desses sistemas. Isso porque o desempenho depende não só do sistema operacional, mas da qualidade do próprio aparelho produzido. Se a empresa que desenvolver o aparelho não o fizer com absoluta qualidade, ou se o Smartphone ou Tablet não obtiver suporte necessário para o sistema operacional, o consumidor fica sem garantia de que o sistema irá funcionar 100% e com toda a velocidade que ele oferece. Em aparelhos Apple, que possuem um sistema único – IOS – isso não acontece, o programa não trava, nem falha, e o consumidor tem certeza que poderá executar todas as funções que o aparelho possui de maneira rápida e sem perdas. Por isso, na hora de escolher o aparelho, e realizar a compra, o consumidor que optar pelo sistema Android ou Windows, terá que ficar atento também ao aparelho que está sendo adquirido para não ter dor de cabeça futuramente. Mas nem só de vantagens vive a exclusividade do IOS. Por ser um sistema de posse da Apple, os produtos são limitados, e o preço nem sempre é flexível, o que pode assustar um pouco o consumidor na hora da compra. Atualmente, os aparelhos produzidos pela maçã mais famosa do mundo, custam, no Brasil, a partir de R$1.199. Rocha pontuou que essa é uma questão que deve ser avaliada com cuidado na hora de adquirir um aparelho. “Se você está disposto a gastar mais, sem dúvida os aparelhos da Apple, e consequentemente o IOS, são as melhores opções no quesito segurança. Por outro lado, se o recurso que você tem disponível para gastar com esses aparelhos é mais limitado, uma boa opção são aqueles com Android, que em pouco perde para o IOS, apresentando também uma série de aplicativos interessantes. Entretanto, esses aplicativos não são tão controlados quanto os disponibilizados pela Apple, e precisam ser melhor analisados antes de instalados. Já o Windows, ainda é uma incógnita, mas que de forma nenhuma pode ser desprezado em função da grande empresa de sucesso que está por traz dele, a Microsoft”, disse Rocha.

Quadro comparativo



Um comentário para “Quais as diferenças de sistemas operacionais para tablets e smartphones”

  1. jair de jesus gomes disse:

    muito boa a matéria para o publico consumidor de tecnologia
    para comparar o melhor e mais seguro produto na hora da compra.

Deixe um comentário


Matérias relacionadas