? Editorial: Preservando a história | Gazeta de São João del-Rei - O Jornal do Campo das Vertentes
SÃO JOÃO DEL-REI, Quarta-feira, 22 de Maio de 2019  •  Ano XXI  •  O Jornal do Campo das Vertentes

Editorial: Preservando a história

Estamos celebrando 300 anos de elevação à vila. São três séculos de história refletida em seus imóveis, pontes, ruas e becos. E, esta semana, esse patrimônio recebeu um novo aporte.

A presidente Dilma Rousseff esteve em São João del-Rei para anunciar o PAC das Cidades Históricas e a possibilidade de liberação de R$41,42 milhões para a restauração de sete igrejas entre elas a Matriz Nossa Senhora do Pilar; dos prédios da Prefeitura, da casa do Barão, de Bárbara Eliodora e acervo do museu Thomé Portes del-Rei; das pontes de pedra e ferro no centro da cidade; do Complexo Ferroviário; e para reforma da Biblioteca Municipal Baptista Caetano de Almeida.

Não se pode negar que todo recurso para preservação do patrimônio é sempre bem vindo e importante. Todos sabem das dificuldades que as ordens responsáveis pelas igrejas da cidade tem para conservar o valioso patrimônio de São João del-Rei. Sem contar que esses esforços se estendem aos governos municipal e estadual e à população, principalmente aqueles que possuem bens tombados.
Mas também não tem como esquecer que desde 2009, o Governo Federal anuncia liberação de recursos do PAC das Cidades Históricas e até o momento a cidade de São João del-Rei não foi contemplada por essa verba.

Que esse novo pronunciamento da presidente de que esses recursos serão usados até 2015, seja concretizado de fato. É o que os cidadãos são-joanenses esperam. E como afirmou Dilma em seu pronunciamento “conhecer, respeitar e preservar esse passado é requisito para construirmos nosso futuro como nação democrática, como nação civilizada, como nação capaz de se erguer sobre os seus próprios pés e construir o seu destino histórico”. Boa Leitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *