? Figueirense luta para driblar problemas | Gazeta de São João del-Rei - O Jornal do Campo das Vertentes
SÃO JOÃO DEL-REI, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017  •  Ano XX  •  O Jornal do Campo das Vertentes

Figueirense luta para driblar problemas

Um dos times de futebol que figuram no cenário esportivo de São João del-Rei é o Figueirense Esporte Clube. O que quase ninguém sabe é que a equipe, que entrou no futebol profissional no ano de 2005, é a única do município vinculada à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e à Federação Mineira de Futebol. A ligação contrasta com a atual situação do time, que tenta voltar à fase brilhante.

Figueirense posa para foto oficial antes de partida contra o América Mineiro, em 2003. Time são-joanense já disputou a Série B do Estadual - Foto: Divulgação

Figueirense posa para foto oficial antes de partida contra o América Mineiro, em 2003. Time são-joanense já disputou a Série B do Estadual – Foto: Divulgação

Filiações
Trabalhando no clube desde 1998, João da Cruz Silva, também conhecido como Neném, acredita que a filiação é muito importante para todo o time. “É bom para ele e para os jogadores, que ganham mais visibilidade. Na nossa época a filiação custava R$8 mil reais e hoje já está em torno de R$70 mil. É bem mais caro. Quando a gente se filiou apareciam muitos contatos de outros estados, de jogadores e treinadores, querendo noticias sobre o time. Tínhamos uma boa campanha”, relembrou.

O status, porém, não o privou de crises financeiras e ausência em campeonatos profissionais.

Glória
Neném conta que o time viveu anos gloriosos no início da década passada. E foi esse desempenho que ajudou o Figueirense a promover a filiação do time. “Em 2001, 2002, 2003 e 2004 fizemos uma ótima campanha em um grande campeonato vinculado a uma empresa de comunicação. Inclusive fomos campeões em 2003, vice-campeões em 2002 e 2004 e chegamos à semifinal em 2005. Diante disso conseguimos apoio para nos filiarmos à CBF e à Federação Mineira. Depois disputamos em 2005, 2006 e 2007 a segunda divisão do Campeonato Mineiro. Só que sem apoio financeiro não tínhamos condições de treinar durante o dia e o campeonato exigia mais dedicação. Era uma disputa diferente da anterior”, explicou Neném.

Presente
Hoje com sede na Avenida Santos Dumont, o Alvinegro Praiano não disputa o profissional há aproximadamente sete anos por falta de recursos e investimentos. Ainda enfrentando problemas financeiros, o clube tenta financiamento de grandes empresas e da Prefeitura para voltar a treinar e a competir. “São João del-Rei deveria querer ter um time que representasse o município no estado de Minas Gerais. Isso despertaria expectativa nos atletas para seguir a carreira, para estar na vitrine do futebol e levar o nome da cidade a outros lugares. O Figueirense já representou São João muito bem. O time foi com vontade, luta e garra. Ganhamos três títulos.

Se o trabalho tivesse tido sequência, com certeza teríamos revelado muito mais atletas e teríamos conquistado muito mais coisas“, afirmou João.

História
O grupo foi fundado em 19 de outubro de 1975 por Neném, “Barba Azul”, e João Biongo e também é conhecido como Alvinegro Praiano.

Criado por um grupo de amigos que queriam se profissionalizar, o Figueirense foi nomeado em homenagem a outro Figueirense, o de Santa Catarina, e teve um começo difícil, sobrevivendo com mensalidades baixas e falta de recursos. Na década de 80, o time filiou-se à Liga São-Joanense, ganhando mais espaço e visibilidade no cenário esportivo local, o que melhorou a situação do clube.

Você pode ir para o final e deixar um comentário.

2 Comentários para “Figueirense luta para driblar problemas”

  1. sebastião milagres disse:

    Tenho orgulho deste time brioso valente que representou minha querida Sāo João na Segundona Mineira com brilho. Faltou apoio financeiro e torcedores.

  2. Marcelo disse:

    Olá Colegas da Gazeta,

    fiquei muito contente em saber qu o Figueirense de São João tem esse nome em homenagem ao meu amado Figueirense de Florianópolis.

    Pois bem, acho que cabe à diretoria do Figueira de São João um contato com a diretoria do Figueira de Florianópolis … pode ser que renda alguns jogadores para o irmão de Minas. Quem sabe uma parceria.

    Gostaria de salientar que a partir de hoje vou passar a torcer e acompanhar o nosso Figueirinha de Minas, torcendo pelo seu exito.

    Sucesso.

    Abração.

    Att.

    Marcelo Silva
    Florianópolis/SC.

Deixe um comentário