? Som dos sinos irá ecoar em aplicativos e internet | Gazeta de São João del-Rei - O Jornal do Campo das Vertentes
SÃO JOÃO DEL-REI, Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017  •  Ano XX  •  O Jornal do Campo das Vertentes

Som dos sinos irá ecoar em aplicativos e internet

Um projeto que promove a cultura da linguagem dos sinos por meio de plataformas multimídia e aplicativos de celular. Esse é o Som dos Sinos que vai ser lançado em nove cidades mineiras, sendo o primeiro hoje, 2, em Tiradentes seguido por São João del-Rei na próxima segunda-feira, 4.

 A linguagem dos sinos será apresentada em multimídia através do projeto Som dos Sinos que será lançado hoje, 2 - Foto:  Arquivo Gazeta

A linguagem dos sinos será apresentada em multimídia através do projeto Som dos Sinos que será lançado hoje, 2 – Foto: Arquivo Gazeta

O projeto foi idealizado há quase dois anos pelas documentaristas Márcia Mansur, que trabalha com patrimônio material, e Marina Thomé, profissional na área de tecnologia. O objetivo é que se utilize novas tecnologias para transformar o olhar das pessoas sobre o patrimônio imaterial de Minas Gerais, da forma que ocorra uma mudança sobre o jeito com que moradores e visitantes se relacionam com o toque dos sinos e o ofício do sineiro, bens culturais registrados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

A multiplataforma conta com quatro propostas. O aplicativo de celular, que estabelece uma conexão com mapas a partir da navegação a céu aberto e já está disponível para download gratuito na APP Store. A previsão é que até meados de maio, também esteja disponível na Google Play. Já através do website interativo é possível que o usuário escolha uma sequência de vídeos e uma trilha sonora. As opções serão processadas, junto a uma história que ele mesmo contará em forma de texto. Outra proposta são as projeções em nove cidades mineiras. Cada vídeo tem, em média, a duração de quarenta minutos e conta a história do local onde é exibido, com depoimentos de moradores e sineiros. Por fim, a produção de longa-metragem que seja exibido na televisão e em festivais do gênero.

A escolha das nove cidades onde vai acorrer o lançamento do Som dos Sinos, foi realizada a partir de um dossiê levantado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) que relacionou nove lugares com o projeto. Na tradição destas cidades, o repertório dos sinos é uma forma de comunicação, entretanto, nos dias atuais, a linguagem dos sinos tem sido substituída pelos meios de comunicação contemporâneos. “Ficamos muito presos entre a tradição e o moderno, ao invés de, conseguir junta-los. Temos que juntar o antigo com o novo”, explicou uma das idealizadoras do projeto, Marina Thomé.

A iniciativa foi criada voltada para Minas Gerais, mas a procura por informações tem crescido demasiadamente. “Pensamos que é possível expandi-lo. Há pessoas de outras regiões, até mesmo de outros países, que curtiram nossa página e tem entrado em contato querendo saber mais sobre os sinos”, comentou Marina.

Som dos Sinos foi viabilizado por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet/ Ministério da Cultura). O projeto possui uma página na rede social que pode ser acessada pelo link www.facebook.com/somdossinos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *