? Acontece | Gazeta de São João del-Rei - O Jornal do Campo das Vertentes
SÃO JOÃO DEL-REI, Quinta-feira, 15 de Novembro de 2018  •  Ano XXI  •  O Jornal do Campo das Vertentes

Acontece

A são-joanense Raquel Hallak, coordenadora geral da Mostra de Tiradentes, na solenidade de abertura do evento em 2015. Foto: acervo universo produções

A são-joanense Raquel Hallak, coordenadora geral da Mostra de Tiradentes, na solenidade de abertura do evento em 2015. Foto: acervo universo produções

Cinema
A partir da próxima sexta-feira, 22, a Mostra de Cinema de Tiradentes transforma a cidade em amplo set, espaço para o debate, o conhecimento, a aprendizagem e o lazer num programa de formação e reflexão em torno do cinema brasileiro. E se janeiro chega em Tiradentes ensolarado e chuvoso, chega também com boas expectativas em torno de uma temporada rica em oportunidades: do saber ao emprego temporário, do contato profissional ao encontro com a cultura, janela aberta para a pluralidade e o debate,com o apoio e a simpatia que o evento conquistou ao longo dos anos.

Mostra 2016
Em sua 19ª edição,os números impressionam. Serão117 filmes em pré-estreias nacionais e mundiais (35 longas e 82 curtas-metragens), distribuídos em 57 sessões nos Cine-Tenda, Cine BNDES na Praça e Cine-Teatro SESI. O evento homenageia o cineastra Andrea Tonacci com reprise de Serras da Desordem na sessão de abertura. O filme, que completa 10 anos, mantém sua pertinência no tratamento da questão dos indígenas e do direito à terra, com trânsito entre ficção e documentário. Dessa forma, a edição destaca uma pauta cara ao cinema brasileiro: a dos Espaços em Conflito, unindo homenageado e conceito em um só campo de debate.

Exposição
2016 começa bem para Zélia Mendonça, que na última quinta-feira, 14, inaugurou a exposição Torsos & Outros, no Centro Cultural da UFSJ. E como o nome já diz, estarão à mostra, no Solar da Baronesa, bustos representativos do universo feminino, artisticamente trabalhados a partir dos mais diversos materiais. Nas composições, cujo resultado surpreende a própria artista, a valorização da memória impressa em cada conta, em cada ponta de renda. Ao todo são dez peças em tamanho médio, dez pequenas, sete telas e uma bicicleta customizada. Em Torsos & Outros, badulaques ganham vida própria num mosaico de cor e criatividade. Para o visitante, a percepção do todo, fruto do impacto visual, e do particular, cuja emoção vem da história de cada um. Até 14 de fevereiro, de 8h às 20h.

Passagem de Comando
Manhã de festa e solenidade nas dependências do 11º Batalhão de Infantaria de Montanha (11º BI Mth), Regimento Tiradentes, com a posse do novo comandante da entidade, Tenente Coronel Andrelucio Ricardo Couto e a despedida de seu antecessor, Coronel Georges Feres Kanaan.

O novo comandante do 11º BI Tenente Coronel Andrelucio Ricardo Couto e Carolina, com o comandante que se despede, Coronel Georges Feres Kanan e Rejane, na cerimônia de passagem de comando. Foto: dermeval filho

O novo comandante do 11º BI Tenente Coronel Andrelucio Ricardo Couto e Carolina, com o comandante que se despede, Coronel Georges Feres Kanan e Rejane, na cerimônia de passagem de comando. Foto: dermeval filho

Formatura e coquetel

Na cerimônia de troca de comando, sexta-feira, 8, a presença de autoridades civis, militares e eclesiásticas, familiares e amigos do batalhão. Honrando o ritual, formatura no pátio interno e descerramento da foto de Coronel Kanaan na Galeria dos Ex-comandantes, por sua namorada, Rejane. À frente do 11º BI desde 2013, Kanaan destacou os 800 militares que compõeem a unidade, sua atuação junto às forças de Paz em Angola e no Haiti, e a integração do batalhão com a comunidade são-joanense. Para o tenente coronel Andrelucio Ricardo Couto, vindo da Escola de Comando do Estado Maior do Rio de Janeiro, é um privilégio comandar uma unidade tão rica em tradições e lembrou os anos 90, quando recém-saído da Academia, foi aspirante em SJDR. Após a cerimônia, coquetel no Centro Social e Cultural do 11º BI (Cesc).

Posse no Athletic
Reeleito para um novo triênio à frente do Athletic, o engenheiro são-joanense, Cláudio Luiz Silva Gonçalves é empossado presidente do clube junto a seus vice-presidentes e diretores. A cerimônia na quinta-feira, 7, no Salão Nobre da sede, ao estilo do presidente, não teve pompa nem circunstância. Foi gigante, no entanto, na emoção e no espírito athleticano que, ao longo dos tempos, move sócios dedicados na condução dos destinos do alvinegro.

O presidente Cláudio Gonçalves (ao centro) com Cláudio Salomé, Alceu Correa e João Ramalho (esq.), Adriano Zuquim e Paulo Santana: parte da vice-presidência do Athletic reeleita para novo mandato. Foto: dermeval filho

Cerimônia
Composição da mesa e Hino Nacional antecederam a posse de Cláudio pelo presidente reeileito do Conselho Deliberativo, Aluísio Barros. Foi a vez dos vice-presidentes e por suas vez, os diretores, que posaram para fotos, cantaram o hino do Clube, cujo refrão diz: “Athleticanos somos valorosos! /O nosso Clube com ardor defenderemos!/Havemos de dizer sempre garbosos: Athleticanos somos e seremos”. Iniciados os pronunciamentos, Aluízio Barros falou do clube centenário em ação e do orgulho de fazer parte desta trajetória. Relembrou fatos históricos do AC, fundado em 1909, e elogiou a atuação de Cláudio Gonçalves e sua equipe, reeleitos por seus méritos na condução dos destinos do clube. Finalizou lembrando o poeta e cantor nos versos “ é preciso saber viver o sabor do nosso tempo.”

Discursos
Representando os 30 conselheiros, ex-presidente, diretor e frequentador assíduo do clube, o médico Tidinho falou do merecimento que a reeleição de Cláudio evidencia, exaltou o trabalho voluntário impulsionado pelo amor, conclamando o associado a dar a sua colaboração e frequentar a praça de esportes “naquele recanto nós nos unimos, num intercâmbio de idéias e apoio mútuo” . Na sequência, Cláudio recebeu a bandeira do clube pelas mãos de sua mulher, Cristina, junto ao presidente do Conselho.

Fala presidente
Em seu discurso, marcado pela emoção,falou da convivência respeitosa e harmoniosa com o associado, enumerou desafios, como o saneamento financeiro do clube, e a realização de sonhos antigos e inúmeras benfeitorias em todas as áreas, dividindo os méritos da reeleição com os fiéis companheiros vice-presidentes, a quem saudou especialmente, junto a suas esposas. “Este clube é vencedor e pretende continuar sendo.Conto com os vice-presidentes, diretores, funcionários e todos os associados para levar adiante este desafio” e finalizou, agradecendo à família e à esposa Cristina, “eterna paixão”. Corretíssimo coquetel selou a noite de posse, prestigiada por ex-presidentes e amigos do AC como Roberto Veloso, Eliane e Carlos Guilherme Abreu, Ivan Assunção, Rômulo Viegas, entre muitos.

Aluízio Barros, presidente do Conselho Deliberativo do AC e Cláudio Gonçalves na solenidade de posse. Foto: dermeval filho

Aluízio Barros, presidente do Conselho Deliberativo do AC e Cláudio Gonçalves na solenidade de posse. Foto: dermeval filho

Andrea, Cristina,  Regina e Alessandra no coquetel do Athletic. Foto: dermeval filho

Andrea, Cristina, Regina e Alessandra no coquetel do Athletic. Foto: dermeval filho

Cláudio e Cristina: casal presidente do Athletic Club. Foto: dermeval filho

Cláudio e Cristina: casal presidente do Athletic Club. Foto: dermeval filho

Luxoxlixo

Luxo é a instalação de miniusina de latícínios em SJDR, fruto de parcerias entre a Epamig autora do projeto, a Emater e a UFSJ. A sede do campus CTAN passa a abrigar oficinas, cursos, laboratório e a fabricação de queijo.
Lixo é a falta de recursos destinados a projetos sociais, ameaçando o funcionamento de entidades como creches da cidade. As instituições assistem nossas crianças, possibilitando que as mães e pais trabalhem.

1 comentário em “Acontece

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *