? Acontece 944 | Gazeta de São João del-Rei - O Jornal do Campo das Vertentes
SÃO JOÃO DEL-REI, Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017  •  Ano XX  •  O Jornal do Campo das Vertentes

Acontece 944

Aniversário: Início de Primavera, estação das cores, tempo que inspira a conexão com o universo. E foi nesse clima de renovação e renascimento que a empresária Vera Lúcia dos Santos (Verinha) celebrou o seu aniversário, dia 27. Discretamente, como é de seu estilo, cercada de flores, família, o carinho do filho lindo, Guilherme, e mensagens de carinho que chegaram pelas redes sociais, celular e cartões. Pois quem planta, sempre colhe!. Foto: Alessandro Carvalho / Divulgação

Aniversário: Início de Primavera, estação das cores, tempo que inspira a conexão com o universo. E foi nesse clima de renovação e renascimento que a empresária Vera Lúcia dos Santos (Verinha) celebrou o seu aniversário, dia 27. Discretamente, como é de seu estilo, cercada de flores, família, o carinho do filho lindo, Guilherme, e mensagens de carinho que chegaram pelas redes sociais, celular e cartões. Pois quem planta, sempre colhe!. Foto: Alessandro Carvalho / Divulgação

 

Nascimento
Tempos de alegria na família Ramos Taroco com o nascimento de Antony Miguel,primeiro filho de Bruna da Silva Taroco e Cristiano Ramos. Lindo e saudável, com 3,5kg e 53cm, Miguel chegou no dia 13 de setembro e encantou toda a família. Os jovens avós são os estimados Maura e Marquinhos Taroco, do lado materno; além de Márcia e Luiz Ramos, do lado paterno. Felizes com o crescimento da família estão as bisavós Maria Rita Taroco, grande dama das flores; e Francisca Teixeira.

 

Estação do Amor
A chegada da Primavera e toda a renovação que a estação inspira foram os motes para a noite de música e poesia proposta por Mamélia Dornelles para o Centro Cultural Virgílio Dangelo. Com o nome de Primavera – Estação do Amor, o local ganhou toalhas e flores em tons de amarelo para saudar os dias ensolarados que se anunciam, assim como a anfitriã, Mamélia, que se iluminou no mesmo tom: flor no cabelo e blusa em renda de algodão. A boa música ficou por conta de Rogério Ramos (voz e violão), acompanhado da cantora Silvania. Os amigos compareceram em peso.

 

Arquitetura
Mais uma vez a arquiteta são-joanense Cristina Menezes é um dos destaques da Casa Cor Minas Gerais, reconhecida como a maior e melhor mostra de arquitetura, decoração e paisagismo das Américas. No ano passado, a arquiteta, filha do estimado casal Cleonice e Cláudio Ibrahim Costa, fez bonito na Casa Cor Minas 2015, recebendo o prêmio IF Design Awards 2016 na categoria“Arquitetura e Interiores” pelo projeto “Casa de Vidro”, noticiado por esta coluna.

A arquiteta Cristina Menezes: sucesso na Casa Cor Minas 2016 com o projeto “Cozinha Conceito”. Foto: Henrique Gualtieri / Divulgação

A arquiteta Cristina Menezes: sucesso na Casa Cor Minas 2016 com o projeto “Cozinha Conceito”. Foto: Henrique Gualtieri / Divulgação

Talento e bagagem
Na 22ª edição da Casa Cor Minas, da qual participam 73 profissionais renomados na composição de 46 ambientes, Cristina apresenta a “Cozinha Conceito”priorizando a funcionalidade por meio de recursos tecnológicos. Com design inusitado pela beleza futurista, a arquiteta surpreende ao integar ao projeto a beleza da Lagoa da Pampulha, eleita recentemente como Patrimônio Cultural da Humanidade. Nada já visto ou revisitado, a Cozinha Conceito é única e impressiona os visitantes.

Para os amantes da Gastronomia, vale lembrar a sua funcionalidade, uma vez que a arquitetautilizou a tecnologia touch em seu projeto, com equipamentos comandados por meio de circuito abaixo das bancadas de cinco metros cada. “Ochef tem total liberdade no preparo dos pratos, pois todos os elementos que compõem uma cozinha, como geladeira e armários, estão dispostos abaixo das duas bancadas”, explicou Cristina. Um luxo que vale a pena ver de perto, até 4 de outubro, em Belo Horizonte.

 

Poeticamente
Mamélia selecionou poesias de Ronald Claver, Fernando Pessoa e de Alberto Caeiro (codinome do próprio Pessoa). E quem se habilitou ganhou voz e palco. Toninho Ávila abriu a palavra com poema de sua autoria, seguido por Maria Teresa Freitas, Valentim, Alcimara Zanetti, Alzira Agostini, Lavínia Beatriz, Carlos Magno, entre muitos. Ninita Dornelles declamou poesia de Álvaro Moreira, enquanto Jota Dangelo encantou com Pessoa. Mamélia encerrou o momento poético com versos de Maria Lúcia Simões, da coletânea Contos Contidos.

A são-joanense Vanessa, eleita Princesa da Primavera e Toninho Ávila (atrás), com Mamélia e Guigui: homenageados com a medalha Virgílio Dangelo. Foto: Gazeta

A são-joanense Vanessa, eleita Princesa da Primavera e Toninho Ávila (atrás), com Mamélia e Guigui: homenageados com a medalha Virgílio Dangelo. Foto: Gazeta

Medalha
Também foi instituída nesta noite a Medalha Virgílio Dangelo, que agraciou o poeta, artista plástico e ambientalista Toninho Ávila e Nely (Guigui) por quase 30 anos dedicando-se voluntriamente ao Centro Cultural Feminino, na missão de levar adiante o artesanato e a arte. “Esta medalha, onde está escrito sui generis, destaca pessoas que construíram a sua história em São João, fiéis a seus ideais numa postura coerente e especial na sociedade civil”, disse Mamélia sobre a homenagem. E como não podia deixar de ser, houve samba, levando os mais animados para a pista. Estavam lá Carlos Magno Araújo, Érika e Marco Antônio Rangel, Raquel Braga, Altamir e Alcilene Zanetti, Vilma Ávila, Guigui acompanhada da família, entre muitos outros.

 

70 anos
Foi com a serenidade que a passagem dos anos ensina, que Roberto William de Carvalho encarou a chegada dos 70 anos. Mas foi com entusiasmo de menino que planejou a sua festa: “Uma noite para reviver os anos 60 e 70, cantando, dançando e ouvindo os sucessos musicais daquela época”, anunciava o convite. E foi assim que reuniu familiares e amigos, no último sábado, 24, para uma festa vibrante e divertida.

Roberto em momento cantor, dublando grandes sucessos. Foto: Gazeta

Roberto em momento cantor, dublando grandes sucessos. Foto: Gazeta

Do meu jeito
A Associação Médica e Odontológica ganhou balões coloridos e papel crepom enfeitando o salão, tudo ao estilo do aniversariante, que fez questão de cuidar ele mesmo de todas as providências: da lista de convidados ao menu, do mobiliário à seleção musical. E foi com satisfação que abraçou cada um, fazendo as honras da casa e celebrando a amizade.

 

Homenagens
No auge da noite, a amiga Vivianne Melo, analista judiciária, cantora e compositora, tomou a palavra e falou do aniversariante e seus feitos vida afora: o empresário, o empreendedor que a vida fez versátil e cada vez melhor. Do pai zeloso e provedor, do cidadão caridoso e fiel a seus princípios, falou o primogênito Betinho. Divertido ao contar passagens da vida em família, emocionante ao descrever o Roberto polêmico, generoso, surpreendente e declarar o seu amor e admiração: “Se você não existisse, que falta faria!”. No palco estavam Clarisse, companheira de uma vida inteira, os filhos Beto e Fernanda (o caçula João Felipe mora nos Estados Unidos e não pode estar presente), os netos Pedro e Fernanda, a nora Dulce, o genro Enam e o irmão Ronaldo (Dinho). Tudo documentado pela TV Campos de Minas, que gravou no local o programa Tela Vip, especial de aniversário.

Vivianne Melo conduz a homenagem a Roberto. Foto: Dermeval Filho / O Raio / Divulgação

Vivianne Melo conduz a homenagem a Roberto. Foto: Dermeval Filho / O Raio / Divulgação

Noite de encontro
E não faltou a foto com os fiéis amigos, companheiros de prosa e boteco, como num “Clube do Bolinha”, sem falar no flashback de sucessos que lotou a pista. Entre os mais animados, o cunhado Mirinho, pé-de-valsa em todos os rítmos. Num dos grandes momentos, o aniversariante roubou a cena e subiu ao palco em bem humorada dublagem de clássicos de sucesso, como My Way na voz de Frank Sinatra, entre outras pérolas. Familiares e amigos que há muito não se viam, marcaram presença. Houve tempo para o Parabéns, com direito a bolo e velinhas, cantar e dançar na leveza que os 70 inspira e, sobretudo, se divertir porque “a vida…”, já dizia Gonzaguinha,“é bonita, é bonita e é bonita”. Entre os presentes,a presidente do Conselho Curador da Fundação TV Campos de Minas, Juliane Menezes Machado.

Roberto com os amigos do peito. Foto: Dermeval Filho / O Raio / Divulgação

Roberto com os amigos do peito. Foto: Dermeval Filho / O Raio / Divulgação

1 comentário em “Acontece 944

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 comentário em “Acontece 944

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *