? Acontece 1015 | Gazeta de São João del-Rei - O Jornal do Campo das Vertentes
SÃO JOÃO DEL-REI, Terça-feira, 20 de Fevereiro de 2018  •  Ano XX  •  O Jornal do Campo das Vertentes

Acontece 1015

Aniversário
Popular e querido, o médico Tidinho foi homenageado no último domingo, 4, com festa em seu clube do coração, o Athletic. A ideia foi de amigos, junto à Diretoria do alvinegro, do qual Tidinho é vizinho a vida toda, já foi presidente, diretor, é conselheiro e, sobretudo, frequentador assíduo. O churrasco de aniversário, preparado por quem entende do assunto, teve acompanhamento perfeito, sem falar na cerveja, na descontração e prosa animadíssima até o anoitecer.

O aniversariante Tidinho com a irmã Neusa (esq.), o filho Rogério e a nora Carla: parabéns! - Foto: Acervo pessoal

O aniversariante Tidinho com a irmã Neusa (esq.), o filho Rogério e a nora Carla: parabéns! – Foto: Acervo pessoal

Ele merece
Entre os amigos, o presidente do Athletic, Cláudio Gonçalves, e vários ex-presidentes do clube como Leandro Bini, Fernando Magno, Ivan Assunção, Luiz Antônio Neves e Marco Antônio Rangel, além da irmã Neusa Spinelli, o filho Rogério e a nora Carla. E não faltaram fotos com todos os grupos, e parabéns com direito a vela e bolo de chocolate. E quem perdeu….. ano que vem tem mais!

Mauro Marques
Não é de hoje que Mauro Marques Kersul vem trilhando o caminho do aprimoramento. Em seu atelier, bagagem acumulada de saberes, segredos da arte e do artista. Tudo isso aliado à auto-confiança, que sempre o impulsionou a seguir adiante, com as próprias pernas. As conquistas tem sido muitas, o reconhecimento flui, degustado por Mauro, em pequenos goles.

Arte premiada
O ano mal começou e já traz motivos para festejar. O são-joanense foi agraciado, em janeiro, com o troféu Destaque Mundial em Artes Plásticas, premiação concedida pelo projeto Mares, cores e estrelas Guia, baseada na presença do artista em exposições e avaliação da obra. Além do prêmio, recebido no Alphaville Tênis Clube, em janeiro último, a agenda do artista marca 14 exposições coletivas fora do país, com diferentes curadorias. Outra boa nova é sobre o leilão de arte em benefício da Fundação Cafú, para a qual Mauro doou quatro obras, três já foram arrematadas por empresários de São Paulo e Bahia. No Brasil, exposições em São Paulo e no Shopping Cassino Atlântico, (Galeria Anjos Arts), com curadoria de Ângela Oliveira e Deca Torres.

 Mauro exibe o troféu recebido em São Paulo: sestaque Mundial em Artes Plásticas - Foto: Acervo pessoal

Mauro exibe o troféu recebido em São Paulo: sestaque Mundial em Artes Plásticas – Foto: Acervo pessoal

Internacionais
Fora do país, as exposições começam na Espanha, Itália, Holanda, Inglaterra, Portugal, Áustria, França, entre outros. O trabalho de Mauro integra também a Casa Brasil, em Liechtenstein, onde pelo terceiro ano, acontece o grande evento que também inclui literatura, comidas típicas, arte para crianças e exposições. Em Basileia, na Suiça, através de portifólio enviado, foi um dos artistas selecionados para uma grande galeria. Em Bruxelas, na Bélgica, teve seus trabalhos selecionados num total de dez artistas para projeto que se inicia em maio. E tem Miami, ainda neste semestre, junto a artistas mineiros e diversos circuitos de arte, não só no Brasil, como na América do Sul e Europa. Tókio será no fim do ano e, sem esquecer da terra natal, durante a Semana Santa, expõe na Taberna do Omar. Diante de tudo isso (e não contei tudo) só nos resta aplaudir!

Chegou o carnaval!
Com apenas 40 dias, do Reveillón ao Carnaval, quem gosta da folia teve pouco tempo para se preparar. E como de costume, uma legião de artistas e profissionais de todos os naipes se agigantou para dar vida às fantasias, aos abadás, aos carros que passarão pela avenida. Em SJDR e distritos vizinhos, 66 blocos agitam as ruas e, nos bastidores, o esforço da Aesbra e da prefeitura, num trabalho de equipe para organizar o setor. A partir de hoje, o samba pede passagem.

Bem-vindo
Depois de cinco anos a serviço do Exército Brasileiro, sendo dois em São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas, e três em Maceió (AL), Maurílio Mussolini está de volta à terra natal. E chegou a tempo do Carnaval! Integrou a bateria do Gato de Botas, no pré-Carnaval da última quinta-feira, é o mestre de Bateria do bloco Cambalhotas hoje, além de ritmista da Escola de Samba Irmãos Metralhas, que desfila amanhã, domingo. Bem-vindo Mestre Mussum!

Cambalhotas
Imperdível hoje, o bloco Cambalhotas tem concentração às 14h no Largo de São Francisco, com espaço e astral para as crianças. Com o cair da noite, o bloco toma outros contornos e a excelente bateria, que durante os últimos anos esteve sob os cuidados de Luciano Camarano e Rogério Congo, ganha as ruas da cidade até o anoitecer. Destaque para os dez anjos barrocos que enfeitam o bloco, na criatividade de seus trajes em branco e ouro. Surpresa!

Bloco Infantil Maria Fumaça
Mais uma vez valorizando o patrimônio local, a Secretaria Municipal de Cultura acerta na mosca ao realizar uma matiné de Carnaval na Estação Ferroviária. Hoje, a partir de 14h, reúna a família e leve as crianças! Ao som da banda Municipal tocando marchinhas e músicas infantis, o bloco infantil seguira até a Praça da Estação. Como no Trem da Folia, abrindo o Carnaval, o evento se realiza em parceria com a Valor Logística Integrada (VLI), Instituto Vertentes e Trilha dos Inconfidentes.

Matinée no Athletic
Amanhã, domingo, a criançada tem encontro marcado com a Pirata Torta na Matinée de Carnaval do Athletic. A partir de 13h, na sede esportiva do Segredo, a atriz Benvinda Dangelo repete o sucesso do ano passado e comando a folia das crianças. À beira da piscina, com decoração e músicas de Carnaval, diversão para toda a família numa tarde leve e agradável. É o que garante o presidente do clube, Cláudio Gonçalves. Na terça de Carnaval, 13, mais festa na piscina com o “Mumu no Athletic”, de 12h às 16h30.

João Alvarenga
No Domingo de Carnaval, o irreverente bloco João Alvarenga faz a festa no Matola. De Brasília, onde moram, Adriana Dias e Dilton Junqueira agilizam os preparativos para o bloco, que esse ano terá camisetas verde limão. Depois de Roberto Carlos, em 2017, esse ano o bloco homenageia o cantor Carlinhos Brown. Atraindo mais gente a cada Carnaval, sem contudo perder a característica de bloco de bairro, o João Alvarenga se tornou o grande momento de encontro da família Alvarenga Dias, com presença de várias gerações. Concentração na rua Dr. Martins Ferreira a partir de 15h. No standart o tradicional slogan “Alvarenga é a mãe!”, alusão ao nome do patriarca João Batista Garcia, frequentemente chamado de João Alvarenga.

Carnafexó
Inovação no pré-Carnaval são-joanense foi o CarnaFexó, que movimentou a praça da Rua Cristóvão Colombo, na tarde do último sábado, 3. A delicadeza das atrações, como uma banda tocando marchinhas carnavalescas, um cardápio cheio de gostosuras, confete e serperntina, fotografia e entrosamento entre diferentes gerações, garantiu a tarde pra lá de agradável. Atração a mais foi o Ateliê do Glitter onde Laís Agostini, usou de lantejoulas, pedrinhas e muito glitter para enfeitar artisticamente quem quisesse um toque carnavalesco. Uma tarde de puro encanto, resgatando hábitos e tradições são-joanenses, como a reunião de amigos na pracinha, entre boa prosa, leveza e alegria.

Lígia Agostini, Fernanda Chaves, Patrícia Coelho, Carol El-Corab e Letícia Maciel: beldades no Carnafexó - Foto: Acervo pessoal

Lígia Agostini, Fernanda Chaves, Patrícia Coelho, Carol El-Corab e Letícia Maciel: beldades no Carnafexó – Foto: Acervo pessoal

Bandalheira
Se o pré-Carnaval tem nome, em São João del-Rei é Bandalheira! Prova disso é a multidão na Esquina do Kibon, atraída pelo bloco, sua leveza e simplicidade. Na Cantina do Ítalo, quartel general onde se concentram os veteranos fundadores, a cumplicidade dos amigos, muitos que vêm a SJDR especialmente ou se encontram um único dia do ano: na Bandalheira! E na Cantina dos tempos do patriarca, Ítalo Cassano, sempre cabe mais um, na soma da alegria e descontração. E além da camiseta, que é ganhada e não comprada, a Banda inovou, distribuindo adesivos, ideia que deu certo.

 Bia, Mariana e Sara Teixeira / D. Ruth Rangel e o bisneto Henrique: grandes momentos da Bandalheira - Foto: Acervo pessoal

Bia, Mariana e Sara Teixeira / D. Ruth Rangel e o bisneto Henrique: grandes momentos da Bandalheira – Foto: Acervo pessoal

Homenagem
No Jeep abre-alas do João Luiz, um dos fundadores, o tradicional painel emoldurado por balões, apresentava as cortinas vermelhas da ribalta, em homenagem ao Teatro Municipal. Quase quarentona, a banda encontra o equilíbrio na medida em que valoriza os foliões dos anos 70 e se renova nos filhos e netos, já familiarizados com o velho Jeep, cuja direção alternou entre João Luis e o filho Cid Augusto. Na Rua Dr. Balbino da Cunha, a homenagem a D. Ruth Rangel, 96, que aguardava a passagem do bloco com o entusiasmo de sempre. Familiares, integrantes do bloco e Cláudio Neves, um dos fundadores, deixaram o bloco para abraçá-la e a banda seguiu seu trajeto, favorecida pelo bom tempo e sob as bênçãos de D. Ruth.

Cid Augusto na direção do Jeep do pai, o filho Henrique e a sobrinha Luiza:  gerações se renovam na Bandalheira - Foto: Acervo pessoal

Cid Augusto na direção do Jeep do pai, o filho Henrique e a sobrinha Luiza: gerações se renovam na Bandalheira – Foto: Acervo pessoal

Celina Viegas e João Luiz Rangel com os filhos Cid (esq,) e Tatiana, com o marido Augusto e a caçula Laura: em clima de Bandalheira - Foto: Dermeval Filho / Divulgação

Celina Viegas e João Luiz Rangel com os filhos Cid (esq,) e Tatiana, com o marido Augusto e a caçula Laura: em clima de Bandalheira – Foto: Dermeval Filho / Divulgação

Gato de Botas
Para a última quinta-feira, 8, a expectativa era grande. Tudo por conta do Gato de Botas. Para o desfile do bloco, que se repete em Tiradentes, na segunda de Carnaval, o idealizador Paulo Bastone contou o que estava previsto: uma bateria vibrante com 70 integrantes sendo 20 mulheres e 20 ritmistas novato, que vieram das oficinas realizadas em 2016 e 2017 e estão totalmente aptos. No comando da bateria, Mestre Moisés, acompanhado de Mussum e de Pedrinho. Para a abertura, no Largo de São Francisco, e um dos momentos mais esperados, estava previsto Guilherme Tell e, em seguida Vai Malandra, de Anitta, com violino e bateria. Na dispersão do bloco, na Av. Tiradentes, a previsão era de continuidade, madrugada afora e esta é a inovação anunciada para este ano: a festa intitulada “After”, no Salão Nobre do Athltic, com o Dj Kadu Oliveira.

Errata
Na edição 1013, erramos e nos desculpamos. A música que pontuou toda a cerimônia de exéquias do bispo Dom Célio foi executada pelo coro e Orquestra Lira Sanjoanense, sob a regência do maestro Modesto Flávio. A Banda Theodoro de Faria tocou a Marcha Saudades, de Benigno Parreira, e não conforme publicado.

LUXO E LIXO

Luxo é o esforço da Prefeitura, através da Secretaria de Cultura e Turismo, da Aesbra, dos carnavalescos, sambistas e ritmistas, de tantos profissionais dos mais diversos setores, além dos voluntários e amigos do samba, que se unem para tornar possível o Carnaval. Como cidadão, faça a sua parte, participe da folia, brinque com responsabilidade!

Lixo são os excessos do Carnaval, que geram desrespeito, que gera violência, que gera tragédia. Brincar o Carnaval em paz, com respeito e bom humor. Essa é a chave da alegria!