? Hospital e Universidade Federal selam parceria | Gazeta de São João del-Rei - O Jornal do Campo das Vertentes
SÃO JOÃO DEL-REI, Segunda-feira, 20 de Maio de 2019  •  Ano XXI  •  O Jornal do Campo das Vertentes

Hospital e Universidade Federal selam parceria

O Hospital Nossa Senhora das Mercês e a Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ) agora fazem uma gestão compartilhada na casa de saúde. Há cerca de 15 dias a instituição de ensino superior passou a integrar o conselho administrativo do hospital.

Hospiatas das Mercês e UFSJ trabalham em gestão compartilhada na casa de saúde em busca de melhorias e recursos - Foto: Arquivo Gazeta

Hospiatas das Mercês e UFSJ trabalham em gestão compartilhada na casa de saúde em busca de melhorias e recursos – Foto: Arquivo Gazeta

Na prática, a mudança, segundo o coordenado do curso de Medicina da UFSJ, Joel Alves Lamounier, em um primeiro momento, será mais no âmbito administrativo. “A universidade vai levar sua experiência em direção e buscar, em parceria com o hospital, uma administração mais adequada para resolver algumas questões. Além disso, a UFSJ poderá ser um canal para trazer mais recursos para a instituição”, explicou lembrando que essas mudanças não significam a federalização do hospital.

Um dos integrantes do conselho administrativo por indicação do conselho universitário da UFSJ, Rodrigo Chávez Penha, ressalta essa gestão compartilhada e solicita que a própria população participe desse processo. “Precisamos que as pessoas nos procurem para falar os pontos positivos e negativos da gestão do hospital. É a partir dessas informações que poderemos avaliar o que será necessário fazer para melhorar o atendimento. Em um primeiro momento as pessoas poderão ir até o hospital e expor suas opiniões no setor administrativo. Mas, posteriormente, abriremos um canal de acesso mais fácil para que possam opinar ”, afirmou Penha.

O secretário de Saúde, José Marcos de Andrade, acredita que a mudança é uma alternativa que vem a somar. São ideias e pensamentos novos. Creio que a gestão compartilhada irá auxiliar e conseguir mais recursos financeiros para o hospital. O que dará um alívio. Vai ser benéfico tanto para o hospital como para a saúde da região”, afirmou.

Residência
O coordenador do curso de Medicina também destacou a possibilidade de implantar algumas residências médicas no Hospital Nossa Senhora das Mercês para capacitação dos médicos. “Queremos implantar algumas residências no curso, entre elas a de clínica médica e cirurgia que deverá acontecer no hospital. Ainda está prevista a implantação das residências de Pediatria e Ginecologia. Com isso, a casa de saúde irá atingir outro patamar como hospital de ensino. O que trará mais recursos do SUS em valor muito maior”, destacou.

Conselho de Saúde
O presidente do Conselho de Saúde, Willimar Borges de Deus, também aposta que a gestão do hospital irá melhorar com a gestão compartilhada. “O hospital vinha tendo problemas de gestão. Tanto que recentemente encaminharam um documento pedindo que passasse de referência de média complexidade para alta complexidade. Nós, conselheiros, negamos esse pedido por percebemos que a instituição já estava com dificuldades como média complexidade como poderia passar para alta complexidade. Agora com essa administração feita em conjunto iremos rever não só esse pedido, mas como outros que o hospital solicitou e não acatamos”, afirmou o presidente.