? Cajuru homenageia Pe. Miguel com memorial | Gazeta de São João del-Rei - O Jornal do Campo das Vertentes
SÃO JOÃO DEL-REI, Quinta-feira, 15 de Novembro de 2018  •  Ano XXI  •  O Jornal do Campo das Vertentes

Cajuru homenageia Pe. Miguel com memorial

Para difundir o conhecimento da vida e obra de Padre Miguel Afonso de Andrade, sua casa foi restaurada e transformada em um Memorial. O local já está aberto para visitação, desde o último sábado, 1º, e abriga, além dos pertences de sua família, testemunhos de vários fieis que clamaram e foram atendidos através de milagres.

v Memorial foi inaugurado no último sábado 1º de setembro - Foto: Eduarda Ávila / Divulgação

 Memorial foi inaugurado no último sábado 1º de setembro – Foto: Eduarda Ávila / Divulgação

Com o objetivo de aproximar os visitantes à realidade vivenciada pelo pároco, sua casa se tornou um ambiente de memórias que contam histórias, não somente as dele, mas as do distrito de São Miguel do Cajuru também. Atualmente, a estrutura é considerada uma das mais antigas e foi tombada pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Cultural de São João del-Rei, reforçando um marco religioso existente na cidade.

Quando questionado à presidente do Apostolado da Oração, Cristina Ávila, sobre os bens que compõem o Memorial, ela menciona que “há vários móveis que foram da família do padre, assim como objetos de uso pessoal dele, como vestimentas, por exemplo. No ambiente, são encontrados também um pequeno acervo de livros e cartas pertencentes a ele, além da sala intitulada como a dos milagres, onde se comprova a sua virtuosidade”.

História
Padre Miguel Afonso de Andrade nasceu em 29 de setembro de 1912 e faleceu em 30 de setembro de 1976. Ao longo dos seus 64 anos de vida, chegou a cursar teologia e auxiliou a sociedade com a realização de exorcismos, submetendo-se ainda a suplícios e penitências.
A sua fama se dá pelo fato de existirem relatos de pessoas que o invocaram com fervorosa fé. Nesses casos, o padre intercedeu e lhes concedeu prodígios, que até mesmo a ciência não conseguiu explicar.

Outras informações
Quem quiser conhecer de modo aprofundando a sua trajetória basta comparecer no Memorial, no Distrito de São Miguel do Cajuru. O local funciona aos domingos, após a missa das 11h ou, então, os interessados podem agendar uma visita por telefone (0**32) 99803-0776.