? Artigo: Heróis de Brumadinho | Gazeta de São João del-Rei - O Jornal do Campo das Vertentes
SÃO JOÃO DEL-REI, Segunda-feira, 18 de Fevereiro de 2019  •  Ano XXI  •  O Jornal do Campo das Vertentes

Artigo: Heróis de Brumadinho

Por Cleir Edson

Bom dia, meus amigos e caríssimos leitores desta Gazeta.
Eu não sei se consigo terminar esta Crônica, pois já estou com os olhos tão inundados de lágrimas que mal enxergo o teclado e a tela de meu Note!
É muita emoção, muita dor, muita tristeza.
Hoje quero lhes falar de Heróis. De verdadeiros Heróis. Não daqueles que muitas vezes assistimos na ficção dos filmes de ação, mas que em nada se comparam aos Heróis de Brumadinho, pois estes são de carne e osso.
À medida que assistia na tevê e via na Internet algumas fotos e imagens dessa tragédia sem precedentes na nossa história, a emoção me embargava e dificultava a inspiração, pois uma imagem fala mais que mil palavras!
A nossa mídia, seja a escrita, principalmente a televisionada – muitas vezes de forma medíocre – costuma “eleger” heróis que – na verdade – são uma ofensa, um atentado ao verdadeiro sentido dessa palavra.
Como muitos aqui sabem, sou linguista e profundo apaixonado pela nossa Língua Portuguesa. E a palavra herói remete a vários significados, mas o que gostaria de destacar para vocês, queridos amigos, é este: “… indivíduo que arrisca a vida pelo dever ou em benefício de outrem”.
Portanto é nesse significado que quero me ater.
Senão vejamos: quem arrisca a vida pelo dever ou por outra pessoa nos dá prova inconteste de altruísmo. Sim, meus caros, o que esses bombeiros nos deram e frequentemente nos dão é uma prova insofismável de altruísmo.
E isso constatamos também nos Policiais Militares de todo esse nosso imenso e abençoado Brasil.
São todos heróis! Grandes, verdadeiros e Admiráveis heróis!
Não há um só momento em que eu – ao olhar na Internet aquelas fotos – sinto-me pequeno diante de tanta grandeza e abnegação humanas.
Eu não sou nada comparado com aqueles bombeiros que arriscam a sua vida por um ser humano, por um animal! Eu não sou nada.
Quero encerrar minhas palavras agradecendo e exaltando a todas as pessoas e profissionais das mais variadas áreas pelo extraordinário serviço que prestaram e estão prestando lá em Brumadinho.
Louvo também a eficaz e rápida ação dos governos federal e estadual e de todas as autoridades que tomaram medidas reais para tentar minimizar os estragos dessa catástrofe causada pelo próprio homem.
Vamos continuar lutando por uma pátria melhor e mais humana e que, sobretudo, valorize – de verdade – quem precisa e merece ser valorizado.
Parabéns, Bombeiros de Brumadinho!
Parabéns! Vocês são os maiores heróis dessa tragédia!

*professor