? Artigo: Wi-fi Ralph: mais uma bela lição de empreendedorismo da Disney | Gazeta de São João del-Rei - O Jornal do Campo das Vertentes
SÃO JOÃO DEL-REI, Segunda-feira, 18 de Março de 2019  •  Ano XXI  •  O Jornal do Campo das Vertentes

Artigo: Wi-fi Ralph: mais uma bela lição de empreendedorismo da Disney

Por Erik Penna

Há alguns dias, fui ao cinema com minha filha Mariana e assistimos ao filme Wi-fi Ralph: quebrando a internet, e ficamos encantados. Além de Ralph, o mais famoso vilão dos videogames, e Vanellope, sua companheira atrapalhada, o filme exibe vários parceiros da Disney nessa aventura.

A história mostra que os dois personagens principais (Ralph e Vanellope) precisam comprar uma peça física, um controle para que o jogo denominado “corrida doce” continue a ser jogado. Eles saem então em busca dessa peça imprescindível.

Mas, onde comprar? É aí que a parceria comercial pode ser percebida no filme, afinal, eles aparecem pesquisando no Google. O resultado sugere que eles comprem no site e-Bay. Os personagens participam e ganham o leilão de compra, mas, não possuem o dinheiro. Decidem então gravar vídeos para arrecadar fundos e resolvem postá-los no Instagram, Facebook e no Buzz Tube, que remunera de acordo com o número de visualizações e curtidas.

Ainda aparecem em destaque a Amazon, Pinterest e várias outras marcas fazem parte dessa trama tão especial! É um bom exemplo de que uma parceria bem construída pode agregar para ambos, sendo vantajosa para os dois lados, afinal, não é nada mal ter acesso à gama de clientes de uma outra marca. Eis aí mais uma bela opção para viabilizar projetos, tanto para um pequeno negócio, como também para empresas gigantescas como no filme.

A persistência é um ponto destacado, pois os protagonistas não conseguem facilmente a quantia que precisam para quitar a compra do controle e a resiliência se mostra como mais um fator de sucesso pessoal e profissional.

A necessidade de correr riscos calculados também pode ser observada, principalmente no momento em que os personagens principais entram num outro jogo para tentar ganhar um prêmio e, assim, vendê-lo para conseguir o montante desejado.
Outra característica empreendedora ilustrada na trama é a rede de contatos. E, nisso, a Disney caprichou. A Vanellope consegue o apoio das principais princesas (Cinderela, Bela, Ariel, Branca de Neve, Aurora, Elsa, Anna, Moana, Tiana, entre outras). Cada uma delas com sua principal competência, aparece para ajudá-la a conquistar seu objetivo.

Enfim, o filme é uma graça, envolvente, prende a atenção e deixa um gostinho de quero mais. Realmente um show de entretenimento e empreendedorismo da Disney e ainda pode gerar boas ideias para nossas organizações.

Se tiver alguns minutos sobrando na agenda, vale a pena investir para assistir esse lançamento cinematográfico, principalmente se você puder estar acompanhado de uma criança que ama a Disney e adora o assunto empreendedorismo.

*palestrante de vendas e motivação, especialista em vendas com qualificação internacional