? Educação é o setor que fecha o primeiro trimestre do ano com saldo positivo em contratações | Gazeta de São João del-Rei - O Jornal do Campo das Vertentes
SÃO JOÃO DEL-REI, Quarta-feira, 22 de Maio de 2019  •  Ano XXI  •  O Jornal do Campo das Vertentes

Educação é o setor que fecha o primeiro trimestre do ano com saldo positivo em contratações

O mercado de trabalho é sempre um assunto em alta. Em São João del-Rei isso não é diferente, e após alguns anos com recessões preocupantes, a geração de emprego na cidade vem aumentando gradativamente.

O comércio foi o setor que mais demitiu em sjdr - Foto: Gazeta

O comércio foi o setor que mais demitiu em sjdr – Foto: Gazeta

De acordo com dados recentes disponibilizados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho (Caged), 2019 começou em São João del-Rei, com um saldo negativo de cinco pontos. Saldo esse, que de acordo com o professor e economista, Aluízio Barros, “é algo normal após um final de ano positivo, e que representa uma melhora em relação ao mesmo período do ano anterior, que apresentou um saldo negativo de dezessete pontos”.

SETORES
Dividindo por áreas de atuação, nos primeiros meses do ano, o setor que mais demitiu na cidade foi o de comércio e o que mais contratou o de serviços. Quando se fala em saldo positivo, que é o resultado da subtração entre o número de admissões e demissões, o líder é o ensino, com mais de 36 empregos gerados, seguido pela indústria metalúrgica com 25 e pelos serviços médicos, odontológicos e veterinários com 16. No total as admissões de empregados somaram 1084 e as demissões 1089.

Aluízio também comenta a respeito da gerações de empregos na cidade e consequentemente sobre a economia local. “Após 2015 e 2016, que foram os anos com as maiores recessões da história, a economia brasileira vem se recuperando lentamente e a economia local acompanha o cenário nacional no que se refere ao mercado de trabalho. Isso pode ser visto no saldo de admissões e demissões em São João del-Rei de 2015 a 2018 que somaram respectivamente: -417, -379, +308 e +202”, afirma.

Diante desses números e de acordo com o Caged, São João del-Rei iniciou 1º de janeiro de 2019 com 16.314 empregados. Passado o primeiro trimestre do ano, Barros deu sua opinião sobre o que espera para o resto de 2019. “Minha visão é otimista para o corrente ano. Os desafios da gestão econômica são grandes, mas as autoridades responsáveis são muito competentes, e trabalhando junto com os técnicos da área econômica podem fazer um grande trabalho” conclui.