? SÃO JOÃO INICIA O MÊS DE JULHO COM QUASE 200 CASOS DE DENGUE | Gazeta de São João del-Rei - O Jornal do Campo das Vertentes
SÃO JOÃO DEL-REI,  •  Ano XXI  •  O Jornal do Campo das Vertentes

SÃO JOÃO INICIA O MÊS DE JULHO COM QUASE 200 CASOS DE DENGUE

Os números confirmados de Dengue em São João del-Rei têm subido progressivamente: já são quase 200 casos positivos. Os dados foram divulgados nesta semana pelo Setor de Endemias. Casos da doença aumentaram desde o mês de maio, a partir de que registrou-se um pico no número de notificações.
De acordo com dados repassados pelo Setor de Endemias, o mês de maio registrou maior quantidade de notificações da doença, totalizadas em 379. Até o fim do maio foram comprovados 74 casos da doença. Já em junho as confirmações aumentaram: 180 casos de dengue e uma confirmação para a Febre Chikungunya.
A primeira semana do mês de julho encerra com 192 confirmações de Dengue e uma para Chikungunya. Os números de casos que aguardam resultados também aumentaram, são 558. O mosquito do Aedes Aegypt também é o transmissor do Zika Vírus, doença que apresenta dois casos em análise, na cidade.
De acordo com o Coordenador do Setor de Endemias, José Ubirajara Jardim Júnior, a tendência é que, a partir de agora, os casos de Dengue, Chikungunya e Zika diminuem, devido ao período do inverno. “Agora em julho e agosto, é época de frio e de tempo seco, o ocasiona em uma diminuição no aparecimento do mosquito. E, consequentemente, as notificações das doenças caem”.
Os bairros de São João del-Rei que apresentam uma maior concentração de focos do Aedes, são: Vila Santa Terezinha, Bom Pastor, Tijuco e Cohab. José Ubirajara chama atenção que a maioria dos focos estão localizados em imóveis com presença humana. O próximo levantamento rápido de índices de infestação pelo Aedes Aegypti (LIRAa) está previsto para acontecer no mês de agosto, no município de São João del-Rei.